Biografia: Satisfire – (Guarapuava PR)

satisfire_pressfront

Fundada em: 2000 | Localização: Guarapuava/PR | Estilo: Thrash / Prog / Experimental Metal


Pegue as influências mais diversas, não só no Metal, mas fora dele. Misture tudo com muita técnica, vocais que fluem do limpo ao gutural, peso, inteligência e muita, muita criatividade e honestidade… Encontrou o SATISFIRE.

Satisfação e fogo. As palavras que compreendem o neologismo SatisFire traduzem a força e singularidade da banda paranaense que sempre preza pelo peso e groove, pela pegada, dinâmica, presença e constante reinvenção em sua música.

No começo dos anos 2000, buscando um nome para a banda que formara com seus amigos de escola, o baixista Anderson pensa nas palavras satisfação e fogo na língua inglesa e cria o neologismo SatisFire.

A banda começa a obter êxito em apresentações isoladas na cidade de Guarapuava, Pr, o que fez com que nos anos de 2003 e 2004 a banda começasse a participar de festivais de Rock na região serrana paranaense, além de começar a gravar algumas músicas que não foram lançadas, mas que serviram para amadurecer o som.

Daniel Gonzalez assume o posto de vocalista principal da banda em 2005. A partir desse ano até o final de 2006, a banda toca no Paraguai e em algumas cidades do interior catarinense e em todo o território paranaense (incluindo duas apresentações com músicos de renome no Rock Pesado brasileiro: Andreas Kisser do Sepultura e Ricardo Confessori do Angra e Shaman). O som da banda chama atenção de Ricardo Confessori, que trabalha com a produção do primeiro disco da banda, o “Brutal Anthropy” que foi lançado de forma independente em 2008.

O disco Brutal Anthropy possui 13 músicas, entre elas “Guerra Justa”, única com letra em português e versão em espanhol. Com esta música, o SatisFire participou da edição de número 30 do Festival Cidade Canção (Femucic) na cidade de Maringá- PR. A banda foi a única a representar o Rock Pesado na edição citada dessa grande mostra de música popular brasileira. No final desse ano, a banda faz uma Tour junto com a banda ALMAH na região Nordeste do Brasil. Os shows contaram ainda com a participação de Rafael Antunes tocando o instrumento de percussão nordestino “Alfaia”.

Outra novidade para essa mesma época, foi que a banda fez uma parceria que resultou em 3 apresentações com o Projeto Latitude, nas quais, instruídas pelo professor Dietmar Nauy, crianças de faixa etária de 8 a 11 da cidade de Pinhão, Pr realizaram performances com a banda de uma forma que chamou muita atenção do público pela agressividade da soma dos instrumentos convencionais da música “Guerra Justa” à enormes latões de lixo. Ainda em 2008, o SatisFire gravou seu primeiro videoclipe, produzido por Carlos Favalli. O vídeo de “Just Pulse Away the Blood”, está disponível no Youtube, além de ter sido divulgado em alguns programas de televisão.

Em 2009 a banda faz shows aleatórios no sul do Brasil que fizeram parte da divulgação do disco “Brutal Anthropy”, além de lançar “Digested by your greed”, uma música nova que a banda divulgou no seu MySpace.
Mais uma etapa da tourné de divulgação de seu primeiro disco é feita, realizando shows e concedendo entrevistas em rádios na Argentina e na tríplice fronteira desse país com Brasil e Paraguay no começo de 2010. No ano seguinte a banda toca pela primeira vez em cidades do litoral catarinense e também faz alguns shows no interior do Paraná com o guitarrista Fabiano Sevegnani.

O guitarrista Estevão Zeni volta à banda, que passa a se dedicar na composição de novo material em 2012. No primeiro semestre de 2013, a banda termina as gravações das 14 músicas inéditas, produzidas pelo próprio baterista da banda, Alessandro Küster e lança no Youtube a música “Blood on the Ground” que também faz parte da terceira edição da coletânea Guarapuava Rock City.

No segundo semestre de 2013, a banda lança seu segundo single, intitulado “Coco of Shame”. Quanto ao nome da música, trata-se de uma referência ao ritmo nordestino chamado “Coco”, com o qual a banda teve contato na tour de lançamento de seu primeiro disco. Tal ritmo é adaptado, pela banda, à língua inglesa e elementos do Rock Pesado (vocal gutural e rife com instrumentos afinados abaixo do convencional) num pós – refrão da música. Essa música também teve participação dos percussionistas do Grupo Contemplação da cidade de Guarapuava.

Discografia:

satisfire_brutal_web (1)2008

Brutal Anthropy
Álbum
Independente

Contatos:E-mail:

savio__ferreira@hotmail.com

https://soundcloud.com/metalmedia/satisfire-coco-of-shame

 

Fonte: Metal Media