Marillion: Shows pelo Brasil nos meses de Abril e Maio de 2016

MARILLION

A imensa legião de fãs já pode comemorar. Eles estão de volta! Devido ao grande sucesso da turnê passada que apresentou os grandes hits da banda para o público de SP, RJ e BH em shows memoráveis.

O Marillion que já está com shows anunciados em São Paulo (29 de abril, no Tom Brasil) e Rio de Janeiro (30 de abril, no Vivo Rio), prometendo tocar seus clássicos inesquecíveis e recriar momentos únicos para os fãs da América do Sul.

 

Confira as datas divulgadas pelo site da produtora Top Link Music:

 

29 de abril: São Paulo – Tom Brasil

30 de abril: Rio de Janeiro – Vivo Rio

01 de maio: Belo Horizonte – Sesc Palladium.

03 de maio: Buenos Aires – Gran Rex .

05 de maio: Valparaíso, Chile

07 de maio: Santiago – Teatro Caupolican

08 de maio: Santiago – Teatro Nescafe de Las Artes

10 de maio: Lima – Anfiteatro Parque de La Exposición

 

Kayleigh, do disco Misplaced Childhood (o maior sucesso da carreira do grupo, com mais de dois milhões de cópias vendidas), Beautiful e Hooks in you, além das ótimas Fantastic Place, Neverland e Ocean Cloud do disco Marbles, são músicas que os fãs certamente aguardam ansiosos para ouvir nesta nova passagem do grupo pelo Brasil.

A banda foi formada em 1979, inicialmente com o nome Silmarillion (título de um livro de Tolkien). Logo em seu primeiro disco, Script for a Jester’s Tear (1983), começou a destacar-se no cenário progressivo mundial e acabou se tornando um dos maiores expoentes do estilo então chamado neo-progressivo, tendo as faixas “He Knows You Know” e “Garden Party” nos “Top 40 Hits” do Reino Unido.

A primeira fase da banda contou com Fish nos vocais e muitos discos de sucesso, com suas letras profundas e soturnas. Em 1989, com a saída de Fish, o grupo ganhou um novo integrante, Steve Hogarth, vulgo “H” e lançou um novo álbum, Seasons End. No mesmo ano a banda veio ao Brasil pela primeira vez para as consagradoras apresentações no Hollywood Rock.

Em uma relação direta com seu público, após anos de contrato com uma major, a banda causou uma pequena revolução no mercado fonográfico ao produzir alguns dos álbuns com dinheiro arrecadado diretamente pelos fãs possibilitando ao grupo uma liberdade total de criação jamais vista anteriormente.

 

Para outras informações acesse: www.toplinkmusic.com