Arquivo da tag: Black Sabath

Black Sabbath pode fazer último show da sua história em São Paulo

Como já foi noticiado aqui na semana passada o Black Sabbath pode trazer a sua tour de despedida para o Brasil, e esta semana novas noticias pipocaram complementando o que José Norberto do jornal Destak já havia publicado em sua conta no twitter.

Desta vez o jornalista argentino Christian Acosta postou as supostas datas da turnê de despedida do Black Sabbath na América do Sul e São Paulo seria a última cidade da turnê The End. A turnê começa no dia 19 de novembro, no Chile, depois passa por Paraguai, Argentina e depois vem ao Brasil.

“Se você ainda não entendeu, se nada mudar o último show da carreira do Black Sabbath será em São Paulo”, escreveu. “Data provável do Black Sabbath em São Paulo, último show da turnê: 3 de dezembro, com possibilidade de ser no dia 4″, afirmou em outro post.

Mas vamos aguardar o desenrolar desta estória, e que tudo isso se confirme!!

black-sabbath-suposta-turne-america-do-sul-2016-855x534[1]

Entrevista: Bill Ward – “Não consegui ouvir o novo álbum do Black Sabbath”

billwardsolo20120_638

Quando parece que a poeira em fim começa a baixar nos bastidores do Black Sabbath, eis que uma nova entrevista envolvendo o Baterista Bill Ward, vem para re aquecer a discussão sobre a polemica “volta” do Black Sabbath.

Em 2011 Bill foi anunciado como baterista na tão esperada reunião do Black Sabbath com seus membros originais, mas no começo de 2012 foi anunciado que, por disputas contratuais Bill não faria parte da reunião, mas pouco tempos depois o próprio Ozzy chegou a falar que por causa da sua saúde debilitada Bill não poderia executar um show sozinho.

Recentemente Bill Ward concedeu um entrevista para a “Rock Ellar Magazine”, onde fez algumas declarações polemicas a respeito do assunto.

Quando perguntado se ele havia ouvido o álbum 13 ele respondeu: “A única coisa que eu ouvi de ’13 ‘ é … talvez 40 segundos da primeira música, e depois eu desliguei. E para ser sincero, eu não ligo, pois é  muito doloroso. Se eu quiser rasgar minhas entranhas para fora, então eu vou ouvi-lo. “

Ele continuou: “Eu desejo a eles toda a sorte. Bem, sorte eles não precisam, mas eu lhes desejo tudo de melhor no mundo. Mesmo não podendo ouvir por ser algo tão próximo.”

“Como eu disse, eu escutei os primeiros 40 segundos de ‘God is Dead? “ e eu disse, ‘Eu não posso ouvir isso. “

Ward , no entanto, reconheceu que o apoio dos fãs tornou mais fácil para ele passar por todo o calvário.

“Os fãs têm sido fantásticos”, disse ele. “Eu me sinto como se eu tivesse um contato mais próximo real com eles. Eu nunca tinha pensado nessa tal proximidade com todos. Esta acontecendo a todo momento, tenho recebido mensagens de apoio de fãs e músicos do mundo todo. Estou realmente grato e feliz por todos terem entendido e apoiado os meus motivos. Na verdade não sei como falar sobre isso. 

Bill no decorrer da entrevista se emociona ” Fico sem palavras [….Longa Pausa….]. Sempre que toco no assunto, fica difícil segurar as lágrimas. Pois eu tive que seguir meu coração, mesmo nas circunstancias mais difíceis.”

 

Uma das polemicas na época foi que, o Black Sabbath queria um segundo baterista para ajudar Bill, que se recusou sobre a alegação que era tudo ou nada. Que não assumiria um compromisso no qual não estivesse apto a cumprir. Ozzy na época disse ao New York Daily News, que achava que Bill não teria condições de fazer os shows, por estar acima do peso e já ter 2 ataques cardíacos, e que não queria ser responsável pela sua vida.

Em uma entrevista recente com o Phoenix New Times , o guitarrista Tony Iommi falou sobre a ausência de Bill  no BLACK SABBATH.

“Foi o Bill que puxou o plugue, não fomos nós. Bill decidiu por conta própria que não queria fazer isso, porque ele não gostou de algumas coisas do jeito que estavam. Mas nós ainda não sabemos exatamente o que que era, porque Bill não veio exatamente conversar com a gente sobre isso. Ele tem seus advogados para falar com nossos advogados, e foi dessa forma, em vez de falar com a banda pessoalmente. Chegou a ser uma situação boba. Teria sido bom ter tido Bill no álbum, mas estava ficando muito complicado. Já fazia um ano, e nós apenas tivemos que ir em frente. “